*Para ler ouvindo Último Romance – Los Hermanos.

Temporariamente (…assim espero.) órfão. Está no site da banda. “…recesso por tempo indeterminado.” “…não há previsão de lançamento de um novo disco.” Chuifs.

Hoje no começo da noite, um delicioso coffeeshake, dois cafés, um pão de queijo e uma conversa que poderia ter durado muito mais no Café Dell’Arte, Galeria Glaser. As discussões sobre dadaísmo, surrealismo, cubismo e conceitos de beleza ficaram pra uma próxima vez. Ah sim! A torta de que a menina Débora tinha falado é mesmo bem boa.

Três grãos sobre meu coffeeshake.
Porque se a coisa não é bonita, perde parte da graça.
cafe-001.jpg

“A missão está cumprida, viu, Léo?”
Assim termina a conversa entre o suspeitíssimo, digo, meretíssimo Min. do STJ Paulo Medina e seu genro Leonardo Stancioli.
Para os íntimos, Léo.
Qual a missão? Ao que tudo indica, garantir que Léo fosse aprovado no concurso pra juiz substituto aqui no PR.
Que feio.
E o povo pagando R$3,51 por eleição que não votou.
Com os pés (e as mãos) no chão.

Deu. ‘Noite.

Anúncios

~ por Rui Bittencourt em abril 24, 2007.

2 Respostas to “”

  1. Dalhe café hein?

  2. 2018! Ainda não concluída a anulação desse ato.

    O resto das gravações, ainda não apuradas estão em (alguém precisa avisar a juiza federal Ana Paula):
    Justiça Federal do Rio de Janeiro, 6°Vara, processo da operação furacão (apenso INQ.2424). Escutas do período de 2006 e 2007.

    http://brazil.indymedia.org/content/2007/07/388281.shtml

    A transcrição dos trechos divulgados:

    Leonardo Bechara Stancioli – Conversei com a Érica [esposa de Leonardo, filha de Medina] agora e ela me contou que falou com o Doutor Xavier [desembargador do TJ], né?
    Paulo Medina – É. Falou com ele.
    Leonardo – Diz que ele falou que tá tudo bem graças a Deus, né, Doutor Paulo?
    Medina – Hein?
    Leonardo – Ele falou que com relação ao concurso é pra ficar tranqüilo, essas coisas, né?
    Medina – Ele tá muito otimista.
    Leonardo – Que bom, graças a Deus. Tá podendo falar aí?
    Medina – Tô podendo. Tô aqui no corredor, corredor aqui. O Jonny [outro desembargador do TJ] foi extremamente simpático comigo.
    Leonardo – Com o senhor?
    Medina – É. Foi me visitar no hotel e tal. Foi muito simpático. Falou que ia liberar seu apoio a você. Fica tranqüilo.

    […]

    Leonardo – Nossa, Doutor Paulo. Fala com ela indiretamente assim para falar com ele, ué.
    Medina – Ela te põe em contato com ele. Ela te põe, sim.
    Leonardo – Eu não posso falar com ele, não, né, Doutor Paulo, porque vai ficar um pouco meio anti-ético, né não?
    Medina – Você pode falar com ele, sim.

    […]

    Raquel – O Paulo falou que com todos ali ele tem amizade, entendeu? […] Tá conversado, entendeu, Léo? Agora, com a gente ele nunca mancou. Eu sei que ele já mancou com outras pessoas. Com a gente, nunca. Sabe? Ele, o Paulo ainda falou: Fala com o Leonardo que, assim, ele nunca pisou na bola comigo não, sabe?

    […]

    Medina – De resto tá montado o esquema, Léo.
    Leonardo – Graças a Deus, tá tudo favorável.
    Medina – Pode ficar, pode ir tranqüilo. O Pessoal tá sabendo quem é você. Não vai ter problema nenhum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: